TRÊS CLASSES DE CRENTES (PAIS, JOVENS, FILHINHOS)


FILHINHOS, OS JOVENS E OS PAIS.

(1 JOÃO 2.12-14).

INTRODUÇÃO

João faz menção de três classes de crentes nos versículos 12-14. A classificação é feita quanto a maturidade cristã de cada grupo e não pela faixa etária.

  • Os filhinhos - são os novos convertidos

  • Os jovens - são os crentes de meia maturidade

  • Os pais - são os cristãos maduros

Cada classe de crentes mencionadas aqui, tem sua conquista diante do Senhor. Duas vezes João menciona as três classes e suas conquistas diante de Deus. Em cada menção, aspectos dessa conquista são enfatizados, com exceção dos pais, pois uma única coisa é dita em ambas as menções.

FAÇA TEOLOGIA CONOSCO

Confira Alguns de Nossos Cursos

Básico em Teologia

Médio em Teologia

Avançado em Teologia

  1. Os filhinhos - (Tem os pecados perdoados por Deus (v12), e conhecem a Deus) (v13 c).

  • A. No momento em que nossos pecados são perdoados, recebemos a salvação de Deus. Todos os que recebem a salvação de Deus são gratos a ele por isso. Por isso a maior conquista dos “filhinhos” é, primeiramente a salvação.

  • B. Eles conhecem a Deus. Esse conhecimento não é o conhecimento pleno de Deus em Cristo, que vamos obtendo pela experiência e prática da vida cristã, mas o conhecimento essencial de Deus que nos possibilita para salvação e ao mesmo tempo nos dá a capacidade de permanecermos nela.

  1. Os jovens – (Venceram o maligno, são fortes, e a palavra de Deus estão neles). Estes já subiram um nível, e por isso são vencedores sobre o diabo, e suas obras v13 b. Podem resistir as tentações e provações do inimigo pois a palavra de Deus está já arraigadas em seus corações v14b. A vitória sobre o diabo e a maior vitória dos crentes de meia maturidade. A expressão “vencestes o maligno” não significa que não comentem pecados ou falhas, ou que não sofrem a influência da natureza pecaminosa (Gl 5.19). Mas que possuem já resistência o bastante pra não ceder à tentação do inimigo. Desta forma eles vencem o maligno. O fato de terem a capacidade de resistirem as provas e tentações do inimigo os classificam como “fortes”. Por terem a Palavra de Deus enxertadas em seus corações estão em pleno capacidade de produzir os frutos de Deus (Jo 15.1-6).

  2. Os pais – “Conhecestes àquele que é desde o princípio”. Estes já possuem o pleno conhecimento de Deus, são maduros, exercitados na fé v13 a 14a. Cada classe tem suas características próprias, mas os pais “ os maduros na fé” possuem todas as características dos demais. Algumas passagens bíblicas fazem paralelos com a passagem em foco e revelam peculiaridades delas. Deus quer que sejamos maduros. Isso fala do crescimento espiritual. Precisamos crescer 1 Pe 2.2; 2 Pe 3.18.

CONCLUSÃO

O crescimento promove o pleno conhecimento de Deus. A falta deste conhecimento pode resultar em:

  • Morte espiritual (Os 4.6)

  • Dificuldade em entender a Escritura (Hb 5.11,12).

  • Atrofia Espiritual.

Cristo é nosso padrão de maturidade cristã por isso somos exortados a adquirimos seu pleno conhecimento, para sermos varões perfeitos, e crescermos a medida da estatura completa de Cristo (Ef. 4.13). Assim não seremos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente Ef 4.14. Portanto promovamos nossa maturidade crescendo naquele que é a cabeça, Jesus. V 15 e Os. 6.3a.


182 visualizações