ESTUDO 03 - O OBREIRO E A PLENITUDE DO ESPÍRITO - SÉRIE (OBREIRO APROVADO)

Atualizado: 5 de Jun de 2019


O obreiro e plenitude do espírito santo

O profeta Joel, “um dos profetas menores” profetizou um derramamento do Espírito sobre toda carne (Jl 2.28). Os efeitos desse derramamento seriam extraordinários, “vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, vossos jovens terão visões”. Séculos mais tarde, Jesus é identificado por meio de seu precursor, João batista como o concessor deste Espírito, (Mt 3.11, Mc 1.8;Lc 1.15) . O derramamento do Espírito que seria ministrado por Jesus, é denominado por ele de “batismo no Espírito Santo”. Momentos antes de ascender aos céus, Jesus adverte seus discípulos mais uma vez sobre esta promessa (Lc 21.49; At 1.4). “Ficai em Jerusalém até que do alto sejais revestidos de poder”. Usando estas palavras, Jesus da a entender que seu cumprimento seria próximo. Neste “contexto, o derramamento do Espírito é descrito como “revestimento de poder” e no contexto de (At 1.8) como “ virtude do Espírito Santo”, “mais recebeis a virtude do Espírito Santo que há de vir sobre vós”. Estas palavras foram pronunciadas por Jesus provavelmente na mesma ocasião (Lc 21;49), pois ambas foram pronunciadas momentos antes de sua ascensão (Lc 24.50-51; At 1.9-11). Aproximadamente 10 dias após a ascensão de Jesus, a promessa do derramamento do Espírito cumpriu-se parcialmente na vida dos apóstolos e outros discípulos, que juntos totalizavam 120. Estes oravam no cenáculo, incessantemente (At 1.13-15). A promessa do derramamento do Espírito, proferida por Joel teve seu cumprimento parcial no pentecostes (At 2), abrangendo primeiramente cerca ou quase 120 pessoas (At 1.15), mas se estende por toda dispensação do Espírito Santo ou a era da Igreja. Esta promessa é dádiva para todo cristão (At 2.39) Seu cumprimento pleno realizar-se-à, no fim do período da grande tribulação, onde Deus derramará grande medida do Espírito sobre Israel (Is 49.3).

Outras denominações do derramamento do Espírito ou do batismo no Espírito Santo são:

FAÇA TEOLOGIA CONOSCO

Confira Alguns de Nossos Cursos

Básico em Teologia

Médio em Teologia

Avançado em Teologia

  • Ser cheio do Espírito Santo “E Ananias foi e entrou na casa, e impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo” (At 9.17).

  • (Selados pelo Espírito Santo) “Em que também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade , o evangelho da vossa salvação e tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa” (Ef 4.30).

  • Penhor da nossa herança , “o qual é o penhor da nossa redenção da posseção da promessa de Deus, para louvar da sua glória”.

  • Dom do Espírito (At 2.38)

O batismo com "ou no" Espírito Santo é dado ao crente para dinâmica de seu trabalho. Depois de batizados no Espírito, tanto os apóstolos como os demais crentes no Pentecostes tiveram maior capacidade de desempenhar a obra do Senhor.

  • Tornaram-se mais inspirados “ver discurso de Pedro (At 2.14-36)”

  • Mais ousados (At 2.40; 4.20-29; 4.31)

  • Mais voltados para devoção (At 2.46-47)

  • Sinais maiores e em maior proporção (At 3.6; 5.15-16)

  • Maior abnegação em prol do reino de Deus (At 4.19; 5.29)

  • Maior unanimidade (At 2.46), e outros mais.

Os obreiros da obra do Senhor que ainda não são batizados no Espírito Santo, devem buscar em oração este revestimento de poder. O batismo com ou “no” Espírito Santo é chamado Dom (At 2.38) porque não é concedido aos crentes por méritos pessoais, é fruto da graça de Cristo dispensada a todos os salvos, o que precisamos fazer é simplesmente pedir em oração constantemente, confiando, que o receberemos (Lc 11.13). Jamais podemos pensar que fomos excluídos deste privilégio por ainda não termos recebido. Lembre-se das palavras de Jesus “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra: e, ao que bate, se abre” (Mt 7.7,8). “Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” (Lc 11.13).

A Escritura afirma que a promessa do derramamento do Espírito é para todos os salvos (At 2.39), peça com mais constância e mais espontaneidade no coração, quando você menos esperar, estarás participando dessa preciosa promessa Divina.


20 visualizações